08/08/2013

Coreografia do absurdo






















a sombra
assombra
o mundo
desertificado
e fincado
no solo
de maio.
Mata Hari dança
entre ventres e vozes
e apuros.
coreografia do absurdo:
o corpo só se cabe
morto.